Internet - São Camilo
  • Marcação de Consulta e Exames: (11) 3172-6800
Hospital São Camilo
Responsabilidade Social

Hospitais São Camilo

Lorem ipsum dolor sit amet,
consectetur adpiscing elit.

Responsabilidade Social

​​​​Responsabilidade social é, em linhas gerais, o conjunto de iniciativas, posturas e comportamentos adotados por uma instituição para garantir e aprimorar o bem-estar dos diferentes públicos com os quais interage. Na Rede de Hospitais São Camilo, essa preocupação está presente desde a sua fundação e, mais do que isso, faz parte de sua essência e finalidade primordial. Alguns programas desenvolvidos exemplificam, de forma objetiva, o cuidado e a atenção dedicados tanto ao público interno – equipe profissional, médicos credenciados – quanto ao externo – pacientes, familiares e comunidade.​

 

Processo seletivo de coleta de lixo

Os resíduos gerados nas unidades da Rede de Hospitais São Camilo são destinados de acordo com a sua classificação. Os materiais recicláveis são coletados por empresa especializada que, após o tratamento adequado, os vende para a indústria. Em 2015, a instituição iniciou a reciclagem dos materiais eletroeletrônicos. Também nesse ano foi firmada parceria com empresa especializada, que retira e faz a triagem dos resíduos sólidos eletroeletrônicos, reduzindo assim o impacto ambiental. É feita, ainda, a reciclagem do óleo de cozinha utilizado, dos filmes radiológicos e das lâmpadas. ​

Treinamento em Nutrição para funcionários de creches



Por intermédio de sua equipe de Nutrição, a Rede de Hospitais São Camilo desenvolve um programa para o treinamento dos funcionários das creches gratuitas mantidas pela Sociedade Beneficente São Camilo para que ofereçam alimentação adequada a crianças com alergia à proteína do leite de vaca. Durante o treinamento, os especialistas explicam o que é a alergia, que alimentos essas crianças podem consumir e como classificar os alimentos recebidos da Secretaria da Educação, separando os que podem e os que não podem ser consumidos pelas crianças alérgicas.

Em um ano, mais de 400 funcionários de 18 creches já passaram pelo treinamento e novos funcionários são incluídos nas turmas de reciclagem. A ação tem um grande impacto para a saúde das crianças. De acordo com a Sociedade Brasileira de Pediatria, uma em cada vinte crianças lactentes tem alergia a essa proteína. Quando o alimento é consumido por crianças alérgicas, pode provocar lesões de pele com coceira e inchaço, diarreia, vômito e dificuldade de respirar (anafilaxia). ​

 

Saúde e qualidade de vida para os funcionários

A preocupação da Rede de Hospitais São Camilo com a saúde e qualidade de vida de seus funcionários se traduz em uma série de atividades reunidas no Programa Qualivida, que promove hábitos saudáveis para toda a comunidade interna.

  • Estação Saúde – em data, horário e locais definidos em cada uma das três unidades, os funcionários que queiram comparecer são recepcionados por profissionais da área que avaliam individualmente as condições de saúde e sugerem ações de prevenção para uma qualidade de vida e de saúde mais adequada. Na ocasião, são realizados quatro procedimentos: aplicação de questionário para definir o “perfil de saúde” e aferição da pressão arterial, do peso e da altura. Em poucos minutos, o funcionário é informado sobre importantes aspectos de sua saúde.
  • Massoterapia – sessões de quick massage para os funcionários. O massagista trabalha a região cervical, ombros, membros superiores e região dorsal. Entre outros benefícios, a massagem reduz e controla os níveis de estresse, alivia a tensão e rigidez muscular, reduz a ansiedade e melhora a qualidade respiratória e o humor.
  • Ginástica laboral – os funcionários realizam, sob orientação, uma série de exercícios físicos com o objetivo de melhorar as condições de saúde e evitar lesões por esforço repetitivo e doenças ocupacionais.​
 

Combate ao desperdício de alimentos

Desde 2005, o setor de Nutrição e Dietética da Rede de Hospitais São Camilo desenvolve um plano de combate ao desperdício de alimentos, monitorando o que é deixado nos pratos e observando as chamadas sobras limpas, que são os alimentos não consumidos, mas que não podem ser aproveitados. Quando esse trabalho foi iniciado, os desperdícios variavam em até 10%. Por meio de um conjunto de ações, que incluiu revisão de cardápios, levantamento das preferências alimentares dos pacientes internados e realização de campanhas educativas junto aos funcionários, esse índice caiu sensivelmente, chegando a 1,5%. Segundo a literatura internacional, um percentual de desperdício de alimentos de até 5% em unidades hospitalares é classificado como “ótimo”.​​

 

Outubro Rosa e Novembro Azul

A Rede de Hospitais São Camilo também embarca nos movimentos internacionais conhecidos como Outubro Rosa e Novembro Azul.

A iniciativa estabelece ações com pacientes e acompanhantes, clientes potenciais, médicos, funcionários, imprensa, formadores de opinião e mídias sociais.

As ações contemplam parcerias interessantes, como por exemplo, a Rádio Transamérica, fazendo blitz nas ruas, com distribuição de folhetos informativos levando dicas de prevenção em vários pontos da Capital. Também são produzidos spots para serem apresentados durante a programação da rádio com informações sobre saúde e entrevistas com médicos do corpo clínico.​