Internet - São Camilo
  • Marcação de Consulta e Exames: (11) 3172-6800
Hospital São Camilo
Blog São Camilo

Ver mais

Escolha o calçado adequado para a saúde dos seus pés

Autor: Comunicação Corporativa Categoria: Dicas de Saúde

​​Os pés recebem todo o impacto da nossa rotina e são arduamente exigidos durante o dia. Por isso, cuidar bem da saúde dos pés e saber escolher o calçado adequado ajuda a evitar problemas futuros para os pés e para a estrutura do corpo.

Segundo dr. Leandro Gregorut Lima, ortopedista na Rede de Hospitais São Camilo de SP, normalmente o calçado inadequado acaba prejudicando os pés, causando inflamações e tendinites. "O calçado inadequado pode também afetar os joelhos, quadris e coluna, pois a pisada errada faz com que as estruturas articulares acima dos pés tenham que se adaptar ao movimento errado para poder executá-lo", explica o médico. 

Alguns tipos de sapatos acabam favorecendo determinados problemas. Por exemplo, os sapatos de bico fino, favorecem o aparecimento de joanete – saliência óssea que se forma na articulação na base do dedão. Isso porque o bico fino pressiona e espreme o dedão do pé em direção ao segundo dedo, causando a deformidade, inflamação e dor.

O uso de sapatos com salto costuma aumentar a pressão sobre o peito do pé, causando uma inflamação que fica sensível e piora com o uso do salto alto. Já os sapatos baixos, como as rasteirinhas e chinelos, por não terem amortecimento facilitam a inflamação dos tecidos que ficam embaixo do calcanhar, o que causa uma dor pontual no osso que forma o calcanhar. "Classicamente as pessoas lembram do esporão de calcâneo que pode causar uma inflamação com o uso excessivo dos sapatos baixos", explica o ortopedista.

Mesmo o tênis consi​derado confortável, se estiver com o amortecimento vencido pode causar inflamações na planta do pé ou no osso do calcanhar, caso seja usado para a prática de exercícios de impacto, tais como a corrida. Até mesmo a sandália Croc, um calçado macio que não prende a parte posterior do calcanhar favorece a inflamação do Tendão de Aquiles, por exemplo.

"Não existe o calçado certo, o que existe é o sapato certo para a atividade que será desenvolvida, pois cada pessoa tem um calçado ideal e um modelo que seria prejudicial. Por exemplo, quem está acima do peso teria que usar um calçado com amortecimento bom e evitar rasteirinhas e salto alto. Quem faz atividade física, tem que passar em um médico ortopedista para analisar seu tipo de pisada e decidir se compra um tênis para pisada neutra, supinada ou pronada, e não escolher simplesmente o tênis mais colorido ou bonito", alerta dr. Leandro.

Da mesma maneira, quem tem Diabetes, por exemplo, recomenda-se um sapato bem macio e confortável sem costuras internas para não aumentar a chance de lesão por compressão. Assim como quem fica muito tempo em pé não deve usar sapato alto, pois aumenta a chance de inflamação nos ossos dos pés e quem é sedentário tem que usar sapatos com fixação do calcanhar, pois provavelmente tem a musculatura fraca que favorece as torções de tornozelo.

"Na hora de escolher um calçado a primeira questão que precisa ser levada em consideração é a finalidade e depois a qualidade do calçado, pois vale a pena pagar um pouco mais caro por algo que traga mais conforto e durabilidade. Caso a pessoa tenha alguma necessidade especial ou alguma dúvida, deve procurar um ortopedista, que o auxiliará na escolha do calçado adequado", finaliza o médico.

Dicas para relaxar os pés no final do dia

- Faça imersão em água morna

- Passe a planta do pé descalço em cima de uma bolinha de tênis com movimentos de ida e volta ou em uma garrafa com água congelada

- Faça massagem manual com o uso de algum creme hidratante​