Internet - São Camilo
  • Marcação de Consulta e Exames: (11) 3172-6800
Hospital São Camilo
  •  
  • >
  • Sua Saúde Agradece
Blog São Camilo

Dezembro 2019

Câncer de Pele: Diferença entre Carcinoma e Melanoma

Autor: Comunicação Corporativa Categoria:

​O Câncer de Pele é o tipo de câncer mais frequente no Brasil e no mundo. Com a chegada do verão, os cuidado​s com a pele devem ser redobrados, pois com a radiação solar mais intensa e maior exposição ao sol, também são maiores os riscos.

O Câncer de Pele pode ser classificado de duas formas:

Melanoma

O Câncer de Pele Melanoma pode aparecer em qualquer parte do corpo, pele ou mucosas, na forma de manchas, pintas ou sinais. Em pessoas de pele negra, ele é mais comum nas áreas claras como palmas das mãos e plantas dos pés.

O Melanoma Cutâneo é o tumor de pele maligno mais agressivo. Esses tipos de tumores podem sair da pele e atingir qualquer órgão do corpo.

Não Melanoma (Carcinoma)

O Câncer de Pele Não Melanoma é o mais comum no Brasil e tem alta chance de cura, desde que seja detectado e tratado precocemente. O Câncer de Pele Não Melanoma apresenta tumores de diferentes tipos:

Carcinoma Basocelulares - Localizadas na última camada da epiderme, são os mais comuns.

Carcinoma Espinocelulares - Podem ocorrer em qualquer camada da epiderme.

Os carcinomas são menos agressivos, de desenvolvimento lento e raramente saem da pele. Geralmente, o aparecimento ocorre entre 30 e 50 anos, dependendo do tipo de pele (fototipo). Ambos têm por aspecto clínico alteração de cor, forma e sangramento local.
De acordo com a dermatologista Ana Celia Xavier, atuante no Hospital São Camilo de São Paulo, o principal fator predisponente é a exposição solar que o indivíduo sofreu na infância e adolescência, sem a utilização de fotoprotetores solares.

Diagnóstico
O diagnóstico é clínico (exame físico) feito pelo dermatologista. Em algumas situações, é necessário que o especialista utilize a dermatoscopia, exame no qual se usa um aparelho que permite visualizar algumas camadas da pele não vistas a olho nu. Alguns casos exigem um exame invasivo, a biópsia.

Tratamento
A depender do caso e condições clínicas do paciente, o tratamento pode ser tópico (com cremes), criocirurgia (processo terapêutico baseado no tratamento de lesões pelo frio), cirurgia e quimioterapia.


Detox é um termo que se popularizou bastante nos últimos anos. Trata-se da abreviação de desintoxicação, ou eliminação de toxinas. Quando nos alimentamos mal, consumindo alimentos processados, excesso de conservantes, gorduras, açúcares e calorias, expomos nosso organismo a toxinas.

Receitas Detox são receitas leves, com poucas calorias, muitas fibras e nutrientes. Confira abaixo algumas receitas.

Suco de couve com laranja
1 cenoura grande
2 colher de sopa gengibre
1 pepino
2 folhas de couve manteiga
1 laranja.
 
Bata os ingredientes no liquidificador com meio litro de água. Passe para uma jarra e acrescente 1,5 litros de água.

Suco de maçã, cenoura, laranja e gengibre
4 cenouras
1 maçã
1 limão (polpa e casca)
2 laranjas
1 pedaço de gengibre.
 
Bata os ingredientes no liquidificador com meio litro de água. Passe para uma jarra acrescente 1,5 litros de água.
 
Suco de melancia com hortelã
1 fatia de melancia com sementes
1 xícara de hortelã, com folhas e talos
Suco de 1 limão
1 copo de água de coco
 
Bata tudo no liquidificador. Beba ainda fresco.

​A Lactose é um açúcar natural que faz parte de produtos derivados do leite. Algumas pessoas podem ter Intolerância à Lactose e outras, simplesmente a excluem da dieta por opção.

Entenda sobre Intolerância à Lactose

Ser Intolerante à Lactose significa ter uma má absorção ou má digestão da Lactose devido a diminuição da capacidade de hidrolisar esta proteína.

Os sintomas mais comuns são: sensação de inchaço no abdômen, flatulência, diarreia, borborigmos (barulho estomacal) e, mais comum em jovens, vômitos.

A Intolerância à Lactose pode surgir de formas diferentes:

​• Primária ou genética - sendo a ausência parcial ou total da lactase (enzima encontrada em nosso corpo responsável pela quebra da lactose). Também pode ser desenvolvida em diferentes idades. 
• Secundária ou adquirida - resultado de lesões no intestino delgado ou de doenças associadas, como desnutrição e cólica ulcerativa, podendo ser desenvolvida ao longo da vida.

Nutrientes encontrados no leite de origem animal 

​​Segundo a nutricionista Simone Spadaro, atuante na Rede de Hospitais São Camilo, o leite fornece uma matriz acessível e rica em nutrientes essenciais como o cálcio (mineral mais importante para a saúde dos ossos e prevenção de doenças como a osteoporose). Além disso, oferece vitaminas e proteínas de fácil digestão, importantes para o suporte de todas as funções do organismo.

Alimentos podem substituir o leite, no que diz respeito a cálcio e nutrientes

Os alimentos que podem ter a função de substituir o leite são a sardinha, feijão, aveia, tofu, vegetais verde-escuros (couve, espinafre, brócolis) e amêndoas, pois contêm uma quantidade significativa de cálcio.

Para que o cálcio realize suas funções, também é necessário que os níveis de vitamina D estejam adequados. A exposição ao Sol é a principal fonte de vitamina D, embora alguns alimentos também a possuam.

Lembre-se de consultar seu médico ou nutricionista, antes de iniciar qualquer tipo de dieta.

Médico Fisiatra. Quando consultar?

Autor: Comunicação Corporativa Categoria: Especialidades

​​​A Fisiatria, também conhecida como Medicina Física e Reabilitação, é a especialidade médica que avalia e cuida da funcionalidade do indivíduo. O Fisiatra busca prevenir, diagnosticar e tratar qualquer incapacidade funcional do paciente.
 
Recentemente, a Organização Mundial da Saúde, OMS, estabeleceu a funcionalidade como terceiro indicador de saúde populacional, ao lado da mortalidade e adoecimento, destacando a importância da especialidade.
 
Quando consultar um Fisiatra?
Consultar-se com um Fisiatra é indicado quando há limitações físicas ou dores crônicas originárias de doença musculoesquelética, neurológica, oncológica ou cardiopulmonar.  
 
De acordo com a Fisiatra Milene Ferreira, atuante na Rede de Hospitais São Camilo, o Médico Fisiatra, além da avaliação física, também realiza avaliação funcional do paciente. “Assim, além de diagnosticar a doença, o Fisiatra busca entender seus impactos na funcionalidade e qualidade de vida do paciente”, explica.

O Fisiatra também é responsável por elaborar um plano de Reabilitação para o paciente, indicando terapias com equipe multiprofissional composta por fisioterapeuta, fonoaudiólogo, terapeuta ocupacional e psicólogo. 

O que o Fisiatra pode tratar?

  • - Fisiatras podem tratar de diversas condições limitantes ou que desencadeiem dor. Alguns exemplos são:
  • - Disfunções osteoarticulares
  • - Debilidades pós tratamento de câncer como após a mastectomia ou ciclos de quimioterapia
  • - Doenças neurológicas como AVC, lesões da medula, Doença de Parkinson, entre outras
  • - Dores crônicas neuropáticas pós amputação ou de qualquer origem
  • - Reabilitação cardíaca e pulmonar após um infarto agudo do miocárdio, por exemplo
  • - Necessidade de preparação para a atividade física
  • - Alterações posturais pós cirurgia bariátrica.

Existem ainda, uma grande variedade de abordagens terapêuticas em que o Fisiatra pode atuar. Alguns exemplos são:

  • - Plano de reabilitação individualizado para a necessidade do paciente.
  • - Acupuntura
  • - Bloqueios analgésicos
  • - Prescrição de órteses, próteses e tecnologias assistivas (recursos que facilitam a funcionalidade)
  • - Prescrição de palmilhas terapêuticas
  • - ​Orientação para a prática  de atividade física adequada

Três lanches saudáveis para levar ao trabalho

Autor: Comunicação Corporativa Categoria: Alimentação

Nem sempre, quando bate a fome no meio do expediente, temos opções saudáveis disponíveis. Muitas vezes optamos pela praticidade e não nos atentamos as calorias e ao valor nutricional do alimento. Mas como fazer para que esse lanchinho que consumimos na correria do dia a dia, não seja prejudicial à saúde?

Levar lanche de casa pode ser uma opção. Veja abaixo três receitas deliciosas, saudáveis e muito fáceis de fazer.

Receita de Muffin de banana e aveia 

​2 xícaras de aveia em flocos 
2 potinhos de iogurte natural sem açúcar 
2 bananas 
2 ovos 
1 colher de chá de fermento em pó

Misture todos os ingredientes no liquidificador. Leve a massa a uma forma de silicone para muffin. Leve ao forno pré-aquecido a 200 graus e asse por cerca 20 minutos.

Sanduiche integral de ricota e peito de peru 

4 fatias de pão integral 
1 xícaras de ricota amassada 
2 fatias de peito de peru defumado 
½ cenoura média ralada
Agrião ou rúcula a gosto

O pão pode ser tostado antes, se preferir. Passe a ricota em uma fatia de pão e adicione acima a cenoura ralada, a fatia de peito de peru defumado e a rúcula ou agrião. Feche o sanduiche. Rende duas porções.

Sanduiche de atum 

4 fatias de pão integral 
1 lata de atum em água 
2 colheres de sopa de queijo cottage 
Salsinha picada a gosto 
1 tomate médio fatiado
Folhas de alface

Escorra o atum, amasse e misture com o queijo cottage e a salsinha. Passe a mistura no pão integral e adicione as fatias de tomate e folha de alface. Rende duas porções.

Artroplastia de Quadril/Cirurgia de Prótese de Quadril

Autor: Comunicação Corporativa Categoria: Especialidades

​A Cirurgia de Prótese de Quadril ou Artroplastia Total do Quadril (ATQ), geralmente é indicada para pacientes com desgaste no quadril (perda da cartilagem que reveste a cabeça do fêmur e o seu local de encaixe, o acetábulo) devido à artrose e artrite reumatoide. Segundo o ortopedista Leandro Gregorut, atuante na Rede de Hospitais São Camilo, a Artroplastia normalmente está associada a idade, mas pode ser indicada a pacientes que sofreram um acidente ou foram acometidos por doenças graves.

Cirurgia
A operação, atualmente, tende a ser menos agressiva em função do avanço de técnicas que permitem cirurgias menos invasivas. A técnica chamada de AMES é um caminho para chegar ao quadril sem agressão de nenhum músculo ou nervo. Com isso, a recuperação do paciente é mais rápida e menos dolorosa e as complicações inerentes à cirurgia, mínimas. Normalmente, o paciente é colocado de pé pouco tempo após a cirurgia.

Cuidados e fisioterapia pós-cirúrgica
É indicado que fisioterapia se inicie no 1º dia após a Artroplastia e que permaneça de 6 a 12 meses até que se restaure o movimento normal do quadril.

São avaliados neste processo, a força e a amplitude dos movimentos, assim como a diminuição da dor. A fisioterapia também auxilia a prevenção de complicações como deslocamento da prótese e formação de coágulos.

Dentre os exercícios recomendados para a reabilitação, estão:

• Alongamento
• Exercícios ativos
• Fortalecimento
• Propriocepção (A propriocepção é a capacidade que o próprio corpo tem de avaliar em que posição se encontra, a fim de manter o perfeito equilíbrio parado, em movimento ou ao realizar esforços)
• Treino de marcha (O treino de marcha inclui atividades como o treino de equilíbrio, postura e aprendizagem motora)
• Hidroterapia.

Outros recursos recomendados são: Eletroterapia, Ultrassom, bolsas de gelo para controle da dor e inflamação. 

Fibromialgia

Autor: Comunicação Corporativa Categoria: Especialidades

​A Fibromialgia é uma doença crônica não-inflamatória caracterizada por dores que irradiam por diversas partes do corpo. Cerca de 3% da população brasileira é acometida pela doença, segundo a Sociedade Brasileira e Reumatologia.

Causas
As dores da Fibromialgia não têm relação com lesões nas regiões doloridas. A doença, na verdade, tem origem neurológica e é causada pela redução dos neurotransmissores serotonina e noradrenalina, responsáveis pela regulação da sensação de dor.

A predisposição genética é um fator importante para doença, que atinge principalmente mulheres entre 30 e 50 anos, geralmente desencadeada por fatores ambientais como estresse. Sedentarismo é outro fator importante e está presente em uma grande parcela de pacientes com a doença.

Sintomas
Entre os sintomas mais comuns de fibromialgia estão:

• Dores difusas em várias partes do corpo
• Fadiga
• Distúrbio do sono
• Depressão
• Ansiedade
• Tontura
• Irritabilidade
• Problemas de memória
Fibromialgia e depressão

De acordo com o Dr. Levi Jales, Reumatologista atuante na Rede de Hospitais São Camilo, a Fibromialgia está fortemente relacionada a depressão, por ser uma doença que também afeta os níveis de neurotransmissores. “Cerca 60% dos portadores sofrerão depressão no curso da doença”, explica Jales.

Diagnóstico
O diagnóstico da Fibromialgia considera o índice de dor difusa, a presença e severidade dos sintomas e manifestações associadas. Exames laboratoriais ou de imagem são solicitados com o objetivo de descartar outras possíveis doenças e avaliar enfermidades associadas a Fibromialgia.

Tratamento
O tratamento da Fibromialgia se dá com medicamentos associados a terapias, como:

• Psicoterapia
• Atividades físicas
• Acupuntura
• Meditação

Autor: Comunicação Corporativa Categoria: