Internet - São Camilo
  • Marcação de Consulta e Exames: (11) 3172-6800
Hospital São Camilo
  •  
  • >
  • Sua Saúde Agradece
Blog São Camilo

Junho 2019

A Cirurgia Robótica, implantada recentemente na Rede São Camilo SP, tem revolucionado a medicina ao oferecer novas opções minimamente invasivas em procedimentos cirúrgicos, melhorando a recuperação do paciente. Apesar do Brasil já somar mais de 9 mil cirurgias robóticas, ainda existem muitas dúvidas entre os pacientes sobre este procedimento. O Dr. Adriano Cardoso Pinto, urologista atuante na Rede São Camilo SP e Coordenador Cirúrgico da Unidade Pompeia, listou as cinco principais questões sobre o tema.

 

1.       Como surgiu a Cirurgia Robótica?

Ao longo do tempo, os cirurgiões tentaram diminuir o tamanho das incisões que eram comuns na cirurgia tradicional com bisturi, desenvolvendo procedimentos minimamente invasivos, como a laparoscopia. Na Urologia, por exemplo, os cortes diminuíram e por meio de pequenas incisões no abdome, foi possível introduzir uma lente dentro do paciente, além de pinça e tesoura permitindo uma forma mais precisa de dissecção. No entanto, ainda era necessário aprimorar a visão 3D, a noção de profundidade e a rotação das pinças, que substituem as mãos humanas.  

Foi a partir desta necessidade que o robô foi criado, com pinças que se movem mais que o punho humano a 90 graus e com uma tecnologia que garante maior precisão no procedimento.

 

2.       Quais as principais vantagens para o paciente em optar pela Cirurgia Robótica?

A Cirurgia Robótica é uma laparoscopia executada pelo cirurgião e auxiliada pelo robô. Há diversas vantagens em optar pela Cirurgia Robótica, entre elas estão:

- habilidade manual, pois a cirurgia é realizada com movimentos mais precisos e adequados;

- lente de aumento, que permite enxergar a imagem ampliada, com profundidade e detalhada, o que não é possível em uma cirurgia convencional;

- segurança para o paciente do ponto de vista de acompanhamento da cirurgia;

- menos tempo de internação, pois o paciente se recupera rapidamente e tem menos riscos.

 

3.       O robô realiza a cirurgia?

Não. O robô é apenas uma ferramenta, assim como o bisturi e a laparoscopia. É o cirurgião que realiza todo o procedimento, apoiado pela Equipe Multidisciplinar. O robô apenas oferece mais agilidade e possibilidades durante a operação.

 

4.       A robótica está disponível para quais procedimentos?

Há diversas possibilidades, mas as mais comuns são:

Urologia: prostatectomia, a retirada da próstata por câncer ou não (a mais frequente é por câncer), retiradas de tumores de rim, má formação congênita no rim, o estreitamento do ureter (canal).

Geral: hérnias, colecistectomia - retirada da vesícula, gastroplastia (redução do estômago).

Ginecologia: retirada do útero e ovário, tratamento da endometriose.


5.       Qualquer paciente pode optar pela Cirurgia Robótica?

A opção deve ser avaliada pelo médico, a partir do histórico do paciente, tipo da patologia e técnicas disponíveis. Deve ser analisado caso a caso.

 

Clique aqui e saiba mais sobre a Cirurgia Robótica São Camilo


Autor: Comunicação Corporativa Categoria: