Internet - São Camilo
  • Marcação de Consulta e Exames: (11) 3172-6800
Hospital São Camilo
  •  
  • >
  • Sua Saúde Agradece
Blog São Camilo

Setembro 2019

Como o estresse prejudica o coração

Autor: Comunicação Corporativa Categoria:

O estresse é uma reação natural do organismo humano a situações de ameaça que deixam o indivíduo em estado de alerta. Essas situações desencadeiam efeitos emocionais e físicos que são importantes para nos proteger de riscos ocasionais. No entanto, no mundo contemporâneo, o estresse tornou-se uma constate. E um perigo para a saúde.

Efeitos na saúde

Essa carga emocional constante libera adrenalina e outros hormônios que aceleram o coração e aumentam a pressão arterial. Essa sobrecarga do coração e artérias pode desencadear:

- Hipertensão arterial sistêmica

- Angina (dor no peito)

- Arteriosclerose (endurecimento das artérias)

- Aumento das chances de infarto agudo do miocárdio, especialmente quando há doença coronariana (entupimento de artérias) prévia.

Mantendo a saúde do coração

Embora não seja fácil numa vida atarefada, é importante evitar o estresse para manter o coração saudável. Mudar os hábitos é o segredo para manter um coração saudável. É possível lidar melhor com tarefas do dia a dia, planejando com antecedência as atividades do dia, não se sobrecarregar de compromissos em pouco espaço de tempo e deixando tempo disponível para lidar com eventuais imprevistos.

Também ajuda é importante para o coração manter alimentação saudável, evitar fumar e manter uma rotina de exercícios físicos. Os exercícios, aliás, além dos efeitos físicos diretos sobre a saúde, ainda é ótimo aliado para aliviar o estresse.

A importância das vacinas para os idosos

Autor: Comunicação Corporativa Categoria:

A vacinação em indivíduos acima de 60 anos faz parte da rotina da Sociedade Brasileira de imunização. "É importante lembrar que só devem ser vacinados indivíduos que realizaram avaliação médica a fim de verificar situações de risco", afirma a Dra. Michelle Zicker, infectologista atuante na Rede de Hospitais São Camilo SP.

De modo geral, todas as pessoas estão aptas a se proteger. Há exceções para casos pontuais, como o de reação anafilática aos compostos da vacina.

Segundo a Dra. Aline Thomaz, geriatra atuante na Rede de Hospitais São Camilo SP, em pacientes com imunidade comprometida devido a um tratamento contra câncer, por exemplo, a imunização é fundamental, desde que haja um intervalo entre a aplicação de uma dose e as sessões de quimioterapia.

Indivíduos com doenças crônicas, como hipertensão e diabetes, podem se vacinar normalmente. Esse grupo deve se proteger pois a doença os deixa mais vulneráveis a quadros de infecção.

O que fazer diante de surtos de doenças?

Pessoas que estão com a vacinação em dia não precisam se preocupar, já àquelas em dívida devem se vacinar o quanto antes. Doses extras só precisam ser administradas caso o Ministério da Saúde divulgue a necessidade de um novo reforço.

As vacinas recomendadas no calendário de vacinação do idoso são:

  • Influenza, Dupla Adulto, Hepatite B e Febre Amarela - Disponíveis nas clínicas privadas de vacinação e na Unidade Básica de Saúde
  • Pneumocócica, Herpes Zoster, Tríplice Bacteriana Acelular, Tríplice Viral, Hepatite A Meningocócica - Disponíveis somente nas clínicas privadas.

Entre as vacinas que estão disponíveis no sistema público e privado, apenas a Influenza apresenta diferença: a vacina disponível no sistema público cobre três tipos de vírus, enquanto a do sistema privado cobre quatro tipos de vírus.

Você sabe o que é arritmia cardíaca?

Autor: Comunicação Corporativa Categoria:

Em condições normais, o coração bate de 60 a 100 vezes por minuto. A arritmia é todo tipo de batimento cardíaco anormal ou descompassado e pode ser classificada como:

  • Taquicardia ou taquiarritmia – Quando o coração bate rápido demais.
  • Bradiarritmia – Quando o coração bate muito devagar.
  • Palpitação ou batedeira - Quando o coração bate fora de ritmo.

Sintomas

Nem sempre há sintoma aparente, mas entre os mais comuns estão: palpitação, dor no peito, sensação de batimento cardíaco irregular, tontura, falta de ar e desmaio.

Embora qualquer pessoa possa ter a doença, independente da faixa etária ou do sexo, ela acomete com mais frequência pessoas que já tenham problemas no coração ou idosos que já sofreram infarto agudo do miocardio. Pessoas que possuem doenças cardiovasculares ou têm histórico dessas doenças na família, também estão mais propensas a desenvolver arritmia.

Segundo a sociedade brasileira de arritmias cardíacas, a maioria das vítimas de morte súbita se encontra em idade produtiva.

Tratamento

As opções de tratamento vão desde medicamentos anti-arritmicos e cirurgias com implante de marcapasso ou de desfibrilador, até mudanças nos hábitos de vida.

É importante lembrar que ao adotar um estilo de vida saudável com alimentação balanceada, praticar exercícios físicos regularmente, não fumar e consultar- se com um cardiologista, você protege o seu corpo e o seu coração!

Síndrome do coração partido

Autor: Comunicação Corporativa Categoria:

Síndrome do Coração Partido ou Síndrome de Takotsubo é uma doença rara, desencadeada por um forte estresse que faz com que o coração fique, temporariamente, muito debilitado.

Os sintomas são semelhantes ao de um infarto do miocárdio. São eles:

  • Forte dor no peito.
  • Pressão arterial baixa.
  • Dispneia (dificuldade de respirar caracterizada por respiração rápida e curta).
  • Fraqueza/Desmaio.

Causas associadas a estresse de intensidade muito forte, como a morte inesperada de um ente querido, o diagnóstico de uma doença grave, perda financeira ou mesmo uma repentina separação, podem desencadear a Síndrome do Coração Partido.

 

Tratamento

O tratamento para a Síndrome do Coração Partido deve ser orientado por um médico Cardiologista e, dependendo da gravidade, pode ser necessária a internação até a superação da fase aguda.

Vale registrar que, em grande parte dos casos, esses sintomas costumam desaparecer espontaneamente. Porém é sempre indicado que, ao identificar os sintomas descritos, procure-se um médico especialista.

O que é afta?

Autor: Comunicação Corporativa Categoria:

Afta oral é uma pequena úlcera rasa, muitas vezes referida como uma "ferida na boca", geralmente muito dolorosa. Ela surge com mais frequência abaixo da língua e nas gengivas, e na maioria das vezes desaparece espontaneamente.

As causas comuns são: trauma local, falta de vitaminas ou alterações no sistema imunológico. Um estilo de vida equilibrado e saudável, associado a cuidados de higiene bucal, podem prevenir o aparecimento dessas lesões.

A Afta pode ser sintoma de doenças mais graves? 

Segundo a Dra. Marjorie Argollo, gastroenterologista atuante na Rede de Hospitais São Camilo SP, nos casos de aftas orais recorrentes ou que persistem após 3 /4 semanas, é preciso procurar avaliação médica para descartar associação a doenças de origem gastrointestinal, como por exemplo a doença do refluxo gastresofágico ou doença de Crohn. Por isso, a avaliação com o médico especialista é muito importante nesses casos.

 

A afta tem tratamento? 

Não existe um tratamento específico para as aftas orais. Porém, alguns cuidados locais são indicados:

  • Realize uma escovação bucal delicada.
  • Não ingira alimentos ácidos, condimentados ou muito quentes.

Na presença de dor importante ou dificuldade para engolir, medicações para alívio como anti-inflamatórios e analgésicos são recomendadas.

Enxaqueca: quando procurar um médico?

Autor: Comunicação Corporativa Categoria:

A enxaqueca é uma doença de origem genética, cujo principal sintoma é a dor de cabeça de repetição, geralmente unilateral e pulsátil. Na maioria dos casos, a intensidade dessa dor é de moderada a forte e piora com atividade física rotineira. Ela pode ser acompanhada de outros sinais e sintomas neurológicos, como aumento de sensibilidade à luz e ao barulho, e sintomas gerais como náusea e/ou vômito.

O que é Enxaqueca com Aura?

Em algumas doenças como a enxaqueca, a aura é um tipo de sinal ou sintoma neurológico transitório. Basicamente é a sensação que você observa antes da dor de cabeça se manifestar. A mais comum é a aura visual, descrita como pontos brilhantes ou escuros em ambos os olhos.

Causas e Prevenção

As crises de dor de cabeça do tipo enxaqueca podem ser desencadeadas por uma grande lista de eventos: jejum, odores, exposição solar, barulhos, estresse, período pré-menstrual, privação de sono, sono excessivo, certos tipos de alimentos, etc.

Para ajudar a prevenir as crises, o Dr. Fabiano Moulin de Moraes, atuante na Rede de Hospitais São Camilo SP, recomenda a inserção de hábitos saudáveis como: evitar jejum prolongado, usar máscara apropriada para odores, usar óculos com lentes fotoprotetoras, aplicar técnicas de relaxamento, ter sono regular, evitar álcool e temperos artificiais, entre outros.

 

Sintomas e Tratamento

Entre os sintomas da enxaqueca estão:

 

  • Dor de cabeça com duração de 4 a 72 horas, unilateral e pulsátil.
  • Náusea e vômitos.
  • Sensibilidade à luz e ao som.
  • Irritabilidade.
  • Tontura e fadiga.
  • Sensibilidade ao movimento do corpo ou do ambiente.
  • Mudanças de apetite.
  • Problemas de concentração (dificuldade para encontrar as palavras).

Procure um médico especialista quando:

  • A dor de cabeça não melhorar, mesmo com medicação.
  • A crise for incapacitante e/ou debilitante.
  • A crise tiver duração superior a 3 dias.
  • A aura persistir após 1h.

Tratamentos preventivos específicos, para reduzir a frequência e a intensidade das crises, podem ser indicados pelo médico neurologista. Já no caso de crises de enxaqueca, o tratamento é de modo geral, composto por analgésicos e/ou anti-inflamatórios. Lembrando que sempre deve ser recomendado por um médico especialista. Não faça uso da automedicação!

5 dicas para exercitar o cérebro hoje

Autor: Comunicação Corporativa Categoria:

Exercitar o cérebro pode ser um passatempo divertido e relaxante. Com a rotina muito atarefada e estímulo digital cada vez mais dominante, é importante "alimentar" o cérebro com exercícios variados para mantê-lo vivo e saudável. Listamos 5 práticas fáceis que você pode começar hoje mesmo. Confira!

Problemas com a memória? Cante uma música

Música causa muitos impactos positivos na mente humana como acalmar e relaxar, aliviar dores, é um importante estímulo para a atividade física, aumenta a resistência física e melhora a memória. Memorizar a letra da música do começo ao fim para cantar é uma forma simples de treinar a memória e manter o cérebro ativo.

Diversifique o cardápio

Estimule o paladar comendo alimentos diferentes! Essa é uma forma de exercitar o cérebro, pois ele precisa identificar novos sabores, aromas e texturas. Outro exercício é pedir um prato não habitual no restaurante e tentar descobrir os ingredientes mais sutis dele. Depois é só checar com o garçom.

Saia do piloto automático

Faça atividades rotineiras com a mão não dominante ou com os olhos fechados. Além de trabalhar a coordenação motora, o cérebro recebe estímulos diferentes já que ele precisa sair do modo "automático". Escovar os dentes, ensaboar o corpo, amarrar os sapatos, abrir garrafas e até desenhar são atividades simples que podem ser exploradas em algum momento do dia. Como a concentração é maior, a prática também tende a trazer relaxamento.

Crie jogos mentais

Crie jogos e brincadeiras enquanto estiver ocioso, como no transporte público, por exemplo. Escolha um grupo de pessoas no ambiente, associe cada uma com a cor da sua roupa e tente memorizar uma ordem mentalmente. Escute uma notícia no rádio de manhã e à noite tente pontuar em um papel informações que ouviu, como nomes, bairros, índices etc. Torne a prática divertida e descompromissada.

Pratique hobbies que estimulem seu cérebro

Não à toa os hábitos de ler, tocar um instrumento, desenhar, aprender uma língua, resolver exercícios de uma revista de cruzadas são popularmente conhecidos por treinar o cérebro. Aproveite para incluir alguns deles em sua rotina!

Autor: Comunicação Corporativa Categoria: